Número total de visualizações de página

quarta-feira, 10 de abril de 2013

pe(n)sar

Sei precisar no meu tempo o instante em que a alegria
se transformou em pe(n)sar: aos 9 anos.
Desde aí a minha luta tem sido muito solitária.
Todos os dias me esforço para que a melancolia
não dê lugar à amargura.
Todos os dias venço-me,
ao calar em mim o conforto do abandono,
e abraço a brutalidade da invasão do outro.
Mais ar, por favor.
As lágrimas.

( Conceição Sousa)

Sem comentários:

Enviar um comentário