Número total de visualizações de página

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Não sustenhas o que és,
um dia a morte há-de fazê-lo por ti:
não deixes que seja o amor a fazer-lhe a vez. /

Don't sustain what you are, one day death will do it for you: don't let love take its turn.

(Conceição Sousa)


*

Sem comentários:

Enviar um comentário